Mesmo com alta do dólar, brasileiros batem recorde de gastos no exterior

icone calendario04.10.2013 - 13:04

Os brasileiros não se importaram muito com a recente alta do dólar. Segundo dados divulgados na terça-feira (24) pelo Banco Central, as despesas no exterior seguem em alta mesmo com a valorização da moeda frente ao real. O aumento do dólar encarece o preço de passagens, hospedagem e alimentação, mas isso não parece ser problema para os brasileiros.
Somente em agosto, de acordo com o BC, os gastos no exterior somaram US$ 2,22 bilhões, ultrapassando o recorde do mês, registrado no ano passado, quando foram gastos US$ 1,92 bilhão. No final de agosto, o dólar teve o maior aumento em quase cinco anos, chegando a R$ 2,451. Para conter a alta da moeda americana, o Banco Central tem realizado diversos leilões de venda de dólares. O programa começou no dia 23 de agosto e deve se estender até 31 de dezembro. Durante o período, US$ 60 bilhões podem ser injetados no mercado. Com mais dólares sendo ofertas, o preço da moeda tende a cair.

 

De acordo com o chefe do departamento econômico do BC, Tulio Maciel, o banco não tem observado desaceleração de gastos com viagens. “O país continua crescendo, com evolução no emprego e na renda. O rendimento, em termos reais, continua evoluindo positivamente. E tem a questão de que viagens internacionais têm alguma defasagem de movimentos de câmbio. As pessoas planejam suas viagens com dois a três meses de antecedência”, disse.

 

O Banco Central não adotava um programa de intervenção cambial deste porte desde outubro de 2008, quando, no auge da crise internacional, realizou injeção de US$ 50 bilhões no mercado. Após as intervenções da autoridade monetária, o dólar opera em queda e varia entre R$ 2,19 e R$ 2,21. Somente neste mês, a moeda americana já desvalorizou 7,71%.

 

Especialização

 

Quem atua ou deseja atuar na área de finanças deve compreender bem o mercado financeiro brasileiro. Para isso, é fundamental investir em bons cursos de formação profissional. A AIEC oferece o MBA em Finanças, que tem o objetivo de capacitar profissionais para atuar como gestores de fundos e de carteiras, executivos de empresas e de bancos e consultores de investimentos. Saiba mais sobre o curso e invista no seu futuro!

 

Fonte: Uol e G1