Entre dois continentes, a realização de um sonho

icone calendario07.08.2014 - 11:21

Andrezza Ribeiro, graduada em Administração de Empresas pela AIEC, enfrentou diversas barreiras durante a realização do seu curso. Morar em quatro cidades diferentes sem abrir mão da faculdade só foi possível graças a sua determinação e a possibilidade de estudar em diversos polos.

 

A edição da revista  Ideias em Gestão do mês de julho é especial. Ela reúne histórias de diversos alunos da Faculdade AIEC que estão espalhados em quatorze polos diferentes, no Brasil, em Angola, em Moçambique e no Japão. Uma delas é a história de Andrezza Ribeiro, uma mulher determinada que não deixou que a distância a afastasse de seu sonho: ser uma administradora de empresas. Confira a seguir, um pouco do que ela contou. Para ler o depoimento na íntegra, acesse a versão virtual da revista em www.aiec.br/revista.

Um sonho

Andrezza conta que sempre sonhou ser administradora de empresas. Quando criança, brincava dizendo que sua casa era uma empresa onde ela era a administradora. Quando concluiu o ensino médio, como técnica contábil, pretendia realizar o curso de Administração, porém não tinha condições financeiras para ingressar.

Um foco

De Angola para Petrolina de Goiás (GO)

Acompanhando seu marido, o engenheiro civil José Geraldo, mudou-se para Angola. Foi lá que em 2009 conheceu a Faculdade AIEC e prestou o vestibular. Apesar de aprovada, não pôde iniciar o curso no polo de Angola, pois estava voltando ao Brasil, desta vez para morar em Petrolina de Goiás (GO). Assim, ingressou no polo de Goiânia (GO), onde frequentou os dois primeiros períodos do curso, enfrentando 85 km de estrada para chegar à capital.

De Petrolina de Goiás (GO) para São Simão (GO)

No ano seguinte, 2011, mais uma mudança aconteceu. Desta vez, Andrezza passou a morar em São Simão (GO) e mesmo estando a 430 km da capital, não desistiu e continuou o terceiro e quarto período do curso no polo de Goiânia (GO).

De São Simão (GO) para Propriá (SE)

Mas não para por aí. No período seguinte, o quinto do curso, houve uma nova transferência e desta vez foi necessário trocar de polo. Andrezza mudou-se para Propriá (SE) e, sem desanimar, frequentava os encontros presenciais à 100 km de sua casa, no polo da capital do estado de Sergipe, Aracaju. E assim, se passaram mais dois períodos.

De Propriá (SE) para Angola

Nesta época, Andrezza acreditava que iria concluir seu curso em Sergipe, porém justamente no período de conclusão do curso e realização do TCC (Trabalho de Conclusão de Curso), a notícia de que era necessário voltar à Angola chegou. Não era esse último obstáculo que iria fazê-la desistir. Ainda vinculada ao polo de Sergipe, optou por somente frequentar as aulas no polo de Angola e, finalmente, concluiu seu curso em 2013.

Sede de aprender

Pessoas como Andrezza vão atrás de seus sonhos e acreditam em seu próprio potencial para chegar até o final da jornada. Para auxiliar a busca pelo conhecimento, a Faculdade AIEC acredita em seus alunos e dá o suporte necessário para que eles sejam profissionais diferenciados e preparados para o mercado.

Para finalizar, deixamos as palavras de Andrezza como um convite a essa caminhada:

“O aluno AIEC tem “sede” de aprender e, indo ao encontro desse desejo, a AIEC oferece um ensino de qualidade, pois é uma organização reconhecida no campo acadêmico, priorizando formar administradores para o concorrido mercado de trabalho. Está em constante atualização, acompanhando as tendências mundiais de ensino a distância, com certificação internacional – ISO 9001. Aliás, é a única no Brasil com essa modalidade de ensino que possui essa certificação. Por esses motivos, entre outras qualificações, é que decidi cursar a AIEC. Faço deste depoimento um convite para aqueles que queiram ser futuros administradores de sucesso.”

 

Screen Shot 2014-07-21 at 4.37.39 PM

 

 

Andrezza Ribeiro é Bacharel em Administração pela Faculdade AIEC e reside atualmente em Pango Aluquém, Angola, África.