Executivos devem fortalecer seu “lado humano”

icone calendario24.04.2015 - 12:44

Um estudo recente da empresa de recrutamento de executivos Heidrick & Struggles demonstrou que a tendência entre os executivos tem sido a valorização do “lado humano”. A internet, de certa forma, distancia as pessoas, visto que permite instantaneidade sem um encontro presencial. Assim, os liderados sentem a necessidade de perceber seus superiores como pessoas normais que têm família, filhos e desafios como todas as outras. Torrey Foster, diretor da Heidrick & Struggles afirmou que “tudo isso dá uma dinâmica de conectividade, uma dimensão humana, que pode resultar em seguidores mais fiéis.”

 1

Segundo a Revista Veja, a empresa entrevistou pessoalmente 150 líderes do mundo todo. Questionou sobre as mudanças e desafios na função de CEO, e analisou as conversas com a ajuda da Saïd Business School, da Universidade de Oxford. Veja a seguir algumas dicas baseadas nos resultados do relatório.

1. Dê importância para a transparência

Um dos entrevistados afirmou que “os melhores líderes são seres humanos acima de tudo”. Nos últimos anos, perceberam que deve haver transparência nas atitudes e, apesar de que nem tudo deve ser dito, as coisas mais importantes devem estar claras. A abordagem deve ser mais sensível, engajando e se importando mais com as pessoas.

 

2. Não deixe a velocidade das mudanças te pressionar

94% dos entrevistados destacaram a velocidade com que as mudanças estão ocorrendo. Eles ressaltaram que isso acarreta em maior pressão e sentimento de urgência, o que faz que, muitas vezes, coisas que não merecem tanta atenção acabem tendo relevância, visto o tempo para reflexão sobre prioridades é escasso.

2

 

3. Não tenha medo de ter dúvidas. Isso pode ser um fator positivo.

71% dos entrevistados afirmaram lidar sempre com a dúvida. O estudo considerou que a dúvida é algo positivo e faz parte desse movimento de “humanização” do cargo, visto que a dúvida faz que decisões importantes sejam tomadas com maior cuidado. Um dos entrevistados afirmou que “um certo nível de dúvida profissional deveria ser qualidade de qualquer bom líder”.

 

4. Entenda que sua formação nunca vai terminar

Muitos dos entrevistados afirmaram ter descoberto sua vocação para liderança na juventude. Em situações escolares, por exemplo. Enquanto profissionais, sempre aceitaram desafios e se destacaram na empresa. O cargo de CEO tem necessidade de renovação constante e é importante cultivar a curiosidade e o aprendizado. “Acredito que a maioria dos CEOs não está muito lapidada quando chega ao cargo. Acho que existe, provavelmente, mais aprendizado na função do que as pessoas acreditam”, afirmou um dos executivos.

logo-aiec-facebookNo mercado de trabalho é necessário se destacar, mas para isso o profissionalismo e a competência devem estar aliados a um bom preparo. Se você está em busca dessa formação, conheça os cursos da Faculdade AIEC – ensino a distância levado a sério.

 

E então, como você encararia a função de CEO? Conte pra gente. Deixe sua mensagem aqui no Blog da AIEC ou entre em contato conosco no Facebook ou pelo e-mail atendimento@aiec.br

 

 

Fonte: Revista Veja