Se sua função é liderar, pense sobre essas perguntas

icone calendario11.03.2016 - 16:37

A autoavaliação é sempre benéfica, principalmente na vida profissional. Isso não quer dizer que seja fácil fazê-la. Quando paramos para analisar os pontos negativos e positivos das decisões e atitudes do dia a dia, podemos descobrir que há muitos pontos que podem ser melhorados. Contudo, especialmente quando se exerce um papel de liderança, a rotina atarefada acaba sendo um empecilho para que haja uma autoanálise frequente.

Pensando nessa dificuldade, Magui Castro, sócia no Brasil da empresa internacional de recrutamento de executivos The Caldwell Partners, listou na Revista Melhor quatro perguntas que podem servir como guia para essa análise e facilitar a criação desse hábito de reflexão, visto que ele é tão importante, pois Magui acredita que ele pode engajar mais as equipes e melhorar o desempenho do próprio líder.

 

1. O que eu tenho feito?

Essa pergunta envolve uma análise pessoal sobre o líder e a empresa. “Só conseguimos ter ideia do quão longe podemos ir monitorando o nosso trabalho e os projetos, avaliando a qualidade e o prazo”, explica.

 

2. Como estou tratando minha equipe?

Como executiva e líder, Magui afirma que liderar pode ser uma função solitária e que acarreta muita responsabilidade, pois muitas vezes exige assumir decisões por toda equipe e, até, pela própria empresa. Ela também enfatiza que os bons resultados da empresa dependem de uma boa equipe e “compreender os pedidos e anseios desse time deve ser uma preocupação recorrente”.

 

equipe

3. Estou incentivando a empresa a ter um ambiente de inovação?

Atualmente as empresas têm entendido a importância da busca constante por soluções inovadoras. Para isso, o líder precisa incentivar sua equipe a participar dessa busca. Ao liderar, é preciso, por vezes, parar e se perguntar se dentro da sua equipe o espaço para discussão de novas ideias está aberto e favorável para que, mesmo com divergências, haja um progresso que levará a inovação.

 

4. Eu consigo cumprir com o meu discurso?

Para o bem da empresa e da equipe, é aconselhável que haja sempre transparência. As soluções devem ser mais enfatizadas do que as soluções e, para isso, o líder deve ter esse foco: nas palavras e nas ações. Essa postura é fundamental, pois um líder que não cumpre seu discurso é realmente desastroso, explica.

 

logo-aiec-facebookAIEC, o único sistema de ensino a distância com qualidade superior ao presencial.

Conheça nossos cursos, clicando aqui.

 

 

E então, você está pronto para liderar e refletir sobre essas questões? Conte para nós! Deixe seu comentário aqui no Blog da AIEC ou entre em contato conosco no Facebook  ou pelo e-mail atendimento@aiec.br

 

Fonte: Revista Melhor