O que você deve considerar ao pensar em fazer uma segunda graduação

icone calendario25.06.2015 - 16:57

O caminho normal e mais aconselhável para traçar uma carreira é, após a graduação, fazer cursos de especialização como pós-graduações e certificações específicas ou mestrados e doutorados, conforme Rafael Souto, presidente da Consultoria Produtive, explica em reportagem do site Exame. Ao fazer duas graduações, especialmente se elas não forem de áreas correlatas, é possível que essa lógica se perca, o que pode não ser bom para a carreira. Em alguns casos, pode até mesmo transmitir aos recrutadores a ideia de que o profissional não tem foco.

Contudo, apesar dessa lógica previsível da carreira, é possível que alguns motivos levem um profissional a optar por realizar uma segunda graduação. É o que afirma a Profª. Viviane Tetu, orientadora profissional da PUC-RS, na mesma reportagem. Para esses casos é necessário refletir um pouco sobre os objetivos profissionais e onde pretende chegar no decorrer de um novo caminho.

Provavelmente, a falta de segurança foi o que levou a escolha da carreira incorreta na juventude, tempo em que se terminam os estudos. A especialista afirma que para tomar a decisão de seguir um nova carreira (o que implica tempo e dinheiro), é importante estar convicto. Nesse caso ela orienta as seguintes reflexões. Veja a seguir.

1. Estou REALMENTE infeliz em minha área?

Tome cuidado para não confundir um emprego ruim com uma carreira infeliz. Tente procurar empresas diferentes, analise se não é seu chefe que o desmotiva. Tente todas as alternativas. Depois, caso esteja realmente seguro de que a insatisfação é com a área, leve em consideração fazer uma segunda graduação e mudar de área.

2. O que estou precisando é mais conhecimento técnico?

Geralmente quando se está em busca de conhecimento específico de uma área, é aconselhável recorrer a uma pós-graduação. Mas pode acontecer de um profissional sentir falta de conhecimentos técnicos que são oferecidos por um outro curso de graduação. Por exemplo, um administrador que queira conhecimentos de contabilidade. Há também a possibilidade desse mesmo profissional necessitar de um diploma que comprove esse conhecimento legalmente, como é o caso da graduação.

3. Estou pensando em um plano B

Há quem considere investir agora em uma formação para o futuro. Souto afirma que conhece, por exemplo, profissionais de outras áreas que estão cursando Direito para advogar quando estiverem mais velhos. Nesse caso, a intenção é fazer um investimento para o futuro.

Avaliando essas recomendações, você percebeu que uma segunda graduação pode ser uma opção para você? Nesse caso, considere realizar esse curso a distância, em que é possível flexibilizar o tempo dedicado às aulas. A Faculdade AIEC é uma instituição de ensino superior que oferece um dos melhores programas on-line do Brasil. Com corpo docente de excelência e uma metodologia exclusiva de ensino a distância, possibilitando o acesso à formação profissional sem que o aluno tenha de afastar-se do trabalho ou da família.
logo-aiec-facebook

Conheça os cursos da Faculdade AIEC clicando aqui.

AIEC, ensino a distância levado a sério.

 

 

E então, a segunda graduação é a melhor opção para o seu caso? Conte pra gente. Deixe sua mensagem aqui no Blog da AIEC ou entre em contato conosco no Facebook.

 

Fonte: Exame