Entrevista com Prof.ª Ruth A. F. Almeida

icone calendario10.07.2014 - 11:33

“Quando analisamos o aumento de cursos a distância no Brasil, vemos que houve, em muitos casos, a prevalência dos aspectos comerciais em prejuízo dos metodológicos. Acredito que o tempo e os resultados vão exercer a necessária seleção de cursos e escolas.”

 

No mês de Julho, a Revista Ideias em Gestão publicou uma edição especial com o tema “A experiência de ser aluno AIEC”. E para falar de EAD e suas transformações, a Coordenadora Pedagógica da Faculdade AIEC, professora Ruth Almeida, concedeu uma entrevista que pode te ajudar a entender como é estudar a distância e os benefícios dessa modalidade. Veja alguns trechos a seguir:

Qual é o lugar da Pedagogia e da Didática em tempos de educação virtual, incrementada e glamourizada pela tecnologia da informação?

Prof.ª Ruth – A tecnologia da informação constitui, no caso de EAD, um conjunto de recursos a serviço da aprendizagem. O planejamento instrucional bem feito é que define a maior ou menor probabilidade de o aluno alcançar o desempenho proposto pelo curso. O planejamento determina o uso correto dos elementos de TI. Por exemplo, o fórum de discussão, muito comum nos ambientes virtuais de aprendizagem, não tem função pedagógica em si mesmo. É necessário que sejam fixadas as questões para debate, regras e tipo de moderação. O sistema wiki, por sua vez, que é bastante utilizado em ambientes profissionais, deve, para o ensino, ter as atividades programadas para aprendizagem colaborativa em pequenos grupos.

Como a senhora vê esse crescimento vertiginoso que ocorreu nos últimos anos no Brasil de oferta de cursos a distância?

Prof.ª Ruth – Creio que esse fenômeno deve ser visto em dois aspectos. De um lado, esse crescimento é necessário devido à demanda que o País tem por educação. E a modalidade EAD é ideal para atender a grandes populações de estudantes. Não fosse a mudança de tecnologia, estaríamos ainda mais deficitários na educação. Por outro lado, devemos analisar as condições em que ocorreu esse aumento de cursos. Podemos ver que houve, em muitos casos, prevalência dos aspectos comerciais em prejuízo dos metodológicos. Acredito que o tempo e os resultados vão exercer a necessária seleção de cursos e escolas.

Qual a principal diferença entre a metodologia da AIEC e de outras instituições que oferecem cursos a distância? 

Prof.ª Ruth – A metodologia da AIEC tem características que, a meu ver, são responsáveis pela qualidade dos cursos, das quais destaco: nosso sistema de ensino e nosso sistema virtual foram desenvolvidos simultaneamente, portanto existem ferramentas para todas as funções didáticas e de registro para os perfis de alunos, professores e tutores. Não foi necessário sacrificar nenhum aspecto da aprendizagem para atender à plataforma e, atualmente, esses dois sistemas se conectam com outros setores da Faculdade e têm manutenção e melhorias constantes, em atendimento ao sistema ISO 9001. O conteúdo das disciplinas é elaborado segundo as técnicas mais modernas de planejamento da instrução, com linguagem adequada à pessoa adulta, em módulos enriquecidos com ilustrações, vídeos, exercícios e links para informações opcionais ou complementares. Os módulos semanais distribuídos em uma agenda semestral possibilitam o registro e acompanhamento do desempenho do aluno, facilitando a intervenção imediata tão logo se constate a necessidade de orientação. Além do estudo dos módulos, os alunos realizam atividades de pesquisa e aplicação em grupos virtuais e participam de discussão de Estudos de Caso. A metodologia do TCC tem um formato diferenciado da maioria das demais escolas de Administração. A partir do 7º período, os alunos são encaminhados em grupos para pequenas empresas onde permanecem até o 8º. Nesse tempo, desenvolvem análise detalhada da situação da empresa e, ao final, apresentam um Plano de Negócio para melhoria da organização.

As metodologias de ensino convencionais, presenciais ou virtuais, que colocam os alunos na posição acomodada de receptores passivos de conteúdos escolares, são mais atraentes. Por que a AIEC adota uma metodologia que exige mais esforço, disciplina e dedicação do aluno?

Prof.ª Ruth – Aprender não consiste apenas em ouvir ou ler, portanto a atitude passiva do aluno não é a mais adequada para a aprendizagem. Aprender implica fazer, atuar, discutir, exercitar e, portanto, investir energia, tempo e esforço para adquirir os desempenhos profissionais que se deseja possuir. O objetivo da AIEC é formar executivos competentes, capazes de dominar as ferramentas da Administração, trabalhar em equipe multidisciplinar e ser capaz de tratar a organização como um “todo”. Coerentes com esse objetivo, as estratégias de ensino da AIEC tornam o aluno agente ativo de sua aprendizagem, ao lidar com a teoria e a prática associadas, o que significa dizer que ele tem boas condições para ter sucesso no curso e na profissão. Mas, no Brasil, há espaço para diferentes produtos educacionais que utilizam estratégias pedagógicas e mercadológicas diferentes. A AIEC fez a sua escolha.

 

Estudar na AIEC é uma nova experiência para cada aluno. Veja uma parte do aprendizado adquirido por alguns alunos nesta edição especial da revista. São dezessete artigos de polos diferentes do Brasil, África e Japão. Vale a pena conferir a entrevista na íntegra, além de outras edições da revista. Clique aqui.

 

Ruth A. F. Almeida é Coordenadora Pedagógica da Faculdade AIEC, Graduada em Pedagogia (PUCCAMP) e em Psicologia (UnB) e Mestre em EAD (UNED).