Uma empresa e seus credos

icone calendario28.12.2015 - 14:24

Thomas Watson Jr.

 empresas-crencas

POR QUE LER?

Uma empresa e seus credos: As idéias que ajudaram a construir a IBM foram escritas pelo filho do fundador da gigante IBM, ele levou a empresa à era do computador. O livro descreve as origens de uma das empresas mais bem-sucedidas do mundo e mostra como suas realizações foram construídas em uma cultura corporativa sólida e com um compromisso apaixonado para o serviço de atendimento ao cliente.

INTRODUÇÃO

Thomas Watson Jr. começou a trabalhar para IBM em 1946 como vendedor. Ele foi nomeado executivo-chefe em 1956, e aposentou-se em 1970, após presidir a IBM à superioridade no início da era do computador.

IBM se originou da Computing-Tabulating – Recording Company, em que Thomas Watson Sr ingressou em 1914. A empresa inicialmente fazia de tudo, aos poucos foi concentrando-se nas máquinas de tabulação mecânicas. Ela se tornou a International Business Machines em 1924.

O desenvolvimento da IBM foi ajudado pelo  Wages-Hours Act, de 1937. o que exigiu das empresas norte-americanas o registro de horas trabalhadas e salários pagos. As máquinas existentes não serviam; Watson Sr. desenvolveu uma solução, o Mark 1, seguido da Calculadora Eletrônica de Sequência Seletiva em 1947. A receita da IBM era de US$ 119 milhões e isso foi determinante para a empresa dar o grande salto a frente e tornar-se a maior empresa de computadores do mundo.

No que concerne ao pensamento gerencial, pelo o que a IBM lutou é mais importante do que aquilo que fez. Thomas Watson Jr. assumiu a uma empresa extremamente bem sucedida com uma cultura corporativa sólida construída ao redor da arte de vendas e serviço. Thomas Watson Sr. era focado obsessivamente em pessoas e serviços. A IBM foi a estrela de serviço em uma era de máquinas que tinham má performance. Esta é a mensagem principal deste livro.

CONTRIBUIÇÃO

 1. Valores fundamentais são essenciais

O sucesso, na visão de Watson, vem através de um sólido conjunto de crenças, as quais a corporação tem como premissa, e suas políticas e ações. Crenças devem vir sempre antes das políticas, práticas e objetivos. Os objetivos devem ser sempre alterados se violarem as crenças fundamentais.

Não devem ser apenas as crenças sólidas, elas devem ser internalizadas. O fator mais importante no sucesso empresarial é a fiel adesão a essas crenças. Crenças nunca mudam. Tudo pode ser mudado, mas nunca as verdades básicas sobre a qual a empresa tem a sua base.

No entanto, Watson defendeu a flexibilidade em todas as outras áreas. Ele afirmou que, se uma organização vai atender os desafios de um mundo em mudança, deve estar preparada para mudar tudo sobre si, à medida que se move pela vida corporativa, exceto suas crenças. A única “vaca sagrada” em uma organização deve ser a sua filosofia de como fazer negócios.

 2. Desenvolver uma cultura corporativa

As crenças que moldam grandes organizações e frequentemente vêm da personalidade, da experiência e das convicções de uma única pessoa. No caso da IBM essa pessoa foi Thomas Watson Sr.

Os Watson criaram uma cultura empresarial que durou. IBM, a Big Blue, tornou-se o arquétipo da corporação moderna e seus gerentes, o melhor estereótipo, com seu regulamento, seus ternos escuros, gravatas lisas e zelo pela venda.

3. A paixão pela competição

Por trás da cultura corporativa se estabelece uma crença em competir vigorosamente e oferecer um serviço de qualidade. Mais tarde, os concorrentes queixaram-se que a dimensão da IBM venceu as vendas. Isto foi apenas parcialmente verdadeiro. Seu tamanho mascarou um compromisso mais profundo em gerenciar contas de clientes, fornecendo serviços, construindo relacionamentos e valores originais estabelecidos pelos Watson.

4. As pessoas são importantes

A verdadeira diferença entre o sucesso e o fracasso de uma empresa pode ser frequentemente atribuída à questão de como a organização traz à tona a energia e talento de seus funcionários. Dar total atenção a cada funcionário foi uma das crenças persistentes de sucesso em que a IBM foi construída.

CONTEXTO

 

Neste livro, o autor codificou e esclareceu o que IBM representa. O livro é uma declaração da filosofia empresarial, uma extensão da missão da IBM.

Apesar de ter sido publicado no mesmo ano do livro de Alfred P. Sloan Jr.’s Meus Anos com General Motors não poderia ser mais diferente. Enquanto Sloan deixou as pessoas de lado, Watson celebra as suas potencialidades; enquanto Sloan apregoa as estruturas e sistemas, Watson fala de valores.

O guru da Administração Gary Hamel comentou, “Nunca mude suas crenças fundamentais” Watson alegava. Ele podia estar certo, mas a linha divisória entre crenças e dogmas é muito tênue. Um conjunto de crenças pode ser o pivô indispensável em torno do qual a empresa se altera e se adapta; ou, se repete de forma interminável, excessivamente codificadas, e solenemente adoradas, tornam-se as algemas que prenderão a empresa no passado.”

 

O presente resumo, em tradução adaptada de “A Business and Its Beliefs”, é encontrado na obra: Business – The ultimate resource – 3rd Revised Edition – A & C Black – London.