Chefe e líder: diferenças e características de cada perfil de comando

Você sabe a diferença entre chefe e líder?

Sim, eles possuem conceitos distintos, mesmo que muitas pessoas tratem esses dois perfis de comando como sinônimos.

No entanto, mais do que saber distingui-los, o fundamental é estar ciente da importância que essas duas figuras possuem no contexto organizacional.

Mesmo que você tenha alguma divergência ou um pé atrás com o seu superior.

Não que chefe e líder sejam perfeitos, infalíveis. Nada disso.

Eles sempre podem aprimorar as suas habilidades e evoluírem.

Mas, certamente, as suas atuações interferem diretamente no desempenho das equipes e, consequentemente, no alcance de bons resultados para a empresa.

Mas, e aí, está curioso para saber mais sobre esses dois tipos de autoridade, suas particularidades e principais características?

Caso a sua resposta tenha sido positiva, você está no lugar certo, e este artigo pode lhe ser muito útil.

Então, fique com a gente, desfrute do conteúdo e boa leitura!

chefe_lider

Conceito de chefe e líder

Chefe e líder exercem papel de destaque dentro de toda e qualquer organização, não importando o segmento nem o porte da empresa.

No entanto, os dois perfis de comando possuem conceitos diferentes e é exatamente sobre isso que trataremos a seguir:

Chefe

Chefe está ligado diretamente com o nível hierárquico, com alguém que ocupa um cargo superior.

Ou seja, o poder dele vem com a importância da sua posição.

Vem de cima e não necessariamente por suas atitudes ou senso de liderança em si.

Por ser uma figura em uma posição acima dos seus comandados, o chefe costuma usar mais da sua autoridade e da sua força na hora de se comunicar e de delegar funções.

Além disso, tem um perfil mais centralizador, preferindo concentrar as responsabilidades em si do que confiar a seus colaboradores algo maior.

Para finalizar, via de regra, o chefe não é um bom motivador, pois acredita que os funcionários têm o dever de se manterem motivados e com as suas obrigações em dia.

Líder

O líder não tem relação direta com a questão hierárquica.

Ele até pode ocupar um cargo superior, mas isso fica em segundo plano, pois trata todos da mesma forma.

Um bom líder exerce sua influência por meio do exemplo, da inspiração.

Não precisa lançar mão do autoritarismo, uma vez que seus comandados confiam nele e seguem as suas orientações com o maior respeito.

Não tem problema nenhum em delegar tarefas e dividir responsabilidades.

Na verdade, ele entende que essa é a maneira mais correta de liderar: dando voz e aumentando o nível de participação dos demais colaboradores.

Ou seja, ele incentiva o surgimento de novas lideranças, sem se sentir ameaçado por isso.

Mas, acima de tudo, um líder é um motivador nato.

Aquele que sabe exatamente até que ponto ir com cada funcionário para extrair o máximo dele.

Qual a diferença entre chefe e líder?

Ao acompanhar a explicação do tópico anterior, você já pode até ter notado a diferença entre chefe e líder.

Mas, se ainda não foi capaz de perceber o que distingue os dois perfis, não tem problema. Vamos falar disso agora.

A principal divergência entre os tipos de autoridade é a forma como eles a colocam em prática.

Enquanto o líder utiliza da proximidade com os colaboradores e emprega tons mais amenos nos diálogos, como se fosse um colega de trabalho, o chefe é mais duro.

Ele impõe ordens e faz cobranças de forma mais direta.

Ambos têm o mesmo propósito, de fazer com que suas equipes trabalhem em prol de um objetivo comum e entreguem resultados.

No entanto, utilizam de caminhos diferentes para cumprir essa meta.

Características de chefe e líder

Para resumir e facilitar a sua compreensão, enumeramos e separamos as características de chefe e líder.

Vamos conhecê-las.

O que marca um chefe

  • Centralizador
  • Autoritário
  • Pouco flexível
  • Nada empático
  • Fala mais do que escuta
  • Temido pelos demais
  • Assustador
  • Lidera pela hierarquia
  • Cobrador
  • Culpa os outros pelo fracasso.

O que marca um líder

  • Sabe delegar tarefas
  • Liberal
  • Flexível
  • Empático
  • Bom ouvinte
  • Respeitado pelos demais
  • Inspirador
  • Lidera pelo exemplo
  • Motivador
  • Compartilha com os demais os sucessos.

Ser líder e não chefe é sempre o melhor?

Talvez, olhando as características mencionadas acima, você deva ter a concepção de que o líder é melhor do que o chefe.

Mas, não é bem assim. Não existe só uma fórmula para o sucesso.

Se fosse assim, como uma receita de bolo, bastaria usar os ingredientes certos para que o prato saísse delicioso.

O grande segredo, na verdade, é ter uma sensibilidade apurada.

A maneira de agir que funciona para um colaborador pode não apresentar os mesmos resultados para outro.

Por exemplo, algumas pessoas sabem lidar bem com a pressão e, se forem instigadas e desafiadas pela figura de um chefe, podem aumentar o seu desempenho.

Outras, por outro lado, podem se abater e sucumbir a carga de responsabilidade colocada em seus ombros.

Logo, uma abordagem diferente, mais motivadora, pode funcionar.

Uma equipe mais introspectiva, sem muita iniciativa, também pode carecer de uma postura mais veemente tal qual a de um chefe.

Aos poucos, essa figura pode ir desenvolvendo ações que visem aprimorar a autogestão dos colaboradores.

Ou seja, o próprio gestor pode assumir os dois perfis de comando, conforme a necessidade.

Embora não haja uma única maneira para gerir pessoas, um estudo recente mostrou que a liderança com foco no exemplo e na influência tem a preferência dos colaboradores.

Foi o que apontou a pesquisa deste ano da consultoria Bersin by Deloitte.

De acordo com o levantamento, 65% dos entrevistados disseram que esse é o melhor modelo de gestão e que possui relação direta com o sucesso das organizações.

Habilidades essenciais para ser chefe e ser líder

Até aqui, enaltecemos bastante as diferenças entre chefe e líder.

Mas, é perfeitamente possível aliar os dois modelos de liderança.

Desde que, além da posição hierárquica privilegiada, você desenvolva algumas habilidades como:

Saber delegar tarefas

Uma equipe só vai ter consciência da sua importância dentro do contexto organizacional se ela assumir responsabilidades e ir além da rotina produtiva tradicional.

É claro que para o líder designar os deveres, ele deve conhecer o seu time como ninguém.

Só assim poderá saber quem são as pessoas mais habilitadas para resolver determinadas atividades.

Além disso, delegar tarefas é uma forma também de compartilhar os desafios e conquistas.

Lembre-se: sozinhos não vamos a lugar nenhum.

Agora, acompanhados, com objetivos em comum, podemos ir muito mais longe.

É esse o conceito.

Ser um motivador nato

Nem sempre a sua equipe vai estar 100% focada no que precisa ser feito.

Por um motivo ou outro, pode haver desmotivação e falta de engajamento.

Nesses casos, cabe ao chefe e líder questionar o seu pessoal sobre o que está acontecendo.

E, assim, entender o motivo para tal comportamento para, depois, traçar a estratégia adequada para remobilizar o grupo.

Talvez, o que falte seja uma sacudida. Uma meta mais ousada, uma bonificação mais adequada às necessidades do grupo e por aí vai.

Incentivar a autogestão

Durante a rotina produtiva, eventualmente, os colaboradores vão ter que tomar decisões sozinhos.

Ou seja, agir por suas próprias cabeças e arcar com as consequências dos seus atos.

Caso contrário, se perderá muito tempo durante os processos.

Imagine se cada problema que houver o funcionário tiver que reportar ao líder para resolver qualquer questão?

Não, né? Por isso, o chefe e líder deve incentivar a autogestão.

Isso não acontece de uma hora para outra, evidentemente.

É um processo lento, em que a confiança vai sendo construída para atingir esse grau de autonomia.

O grande ponto é que não importa o tempo que leve, a independência deve ser estimulada.

Repassar feedbacks construtivos e com frequência

Todos nós precisamos de um norte em nossas vidas.

Objetivos que nos façam seguir em frente e deixando a inércia de lado.

No contexto corporativo não é diferente.

É comum termos dúvidas se estamos no caminho certo, se precisamos melhorar algo ou se está tudo bem.

As respostas para esses questionamentos se desenrolam por meio de feedbacks, também chamados de retornos.

São eles que funcionam como a bússola dos colaboradores.

E, por essa razão, precisam ser construtivos e frequentes para que se tenha uma certeza maior da trajetória a ser seguida.

Frases sobre chefe e líder para se inspirar

Talvez, o que falte para você ser um líder, além de chefe, seja uma inspiração.

Uma mensagem que o faça refletir sobre a importância de contar com uma equipe engajada que o respeite e tenha confiança no seu trabalho.

Confira as dez frases que separamos para você:

“Potencializar competências em pessoas comuns é a maior habilidade de um líder.”

Todo mundo pode mais, ir além dos seus limites.

E é justamente esse o papel de um líder: provocar os outros a superarem suas próprias barreiras para conquistar objetivos antes tidos como impossíveis.

“A um chefe você obedece. Já um líder você admira, procura e, então, segue.”

Se você buscava uma diferença entre chefe e líder, talvez, não exista uma melhor que essa.

Sempre lembrando que existem as suas exceções em ambos os casos.

“Enquanto um chefe demanda obediência cega, um líder conquista sua autoridade por meio da compreensão e da confiança.”

Mais uma frase que ajuda a explicar a distinção entre os perfis de comando.

Por estar em uma posição superior, a obediência ao chefe vem de maneira natural, enquanto ao líder é algo conquistado e desenvolvido.

“Ninguém será um líder notório se fizer tudo sozinho ou se quiser levar todo o crédito por isso.”

O líder sabe a importância do outro.

Ele entende que acompanhado pode ir mais longe e conquistar objetivos mais ousados.

“A liderança é uma poderosa combinação de estratégia e caráter. Mas, se tiver de passar sem um, que seja estratégia.”

Um líder jamais conquistará a confiança de seu time sem caráter.

Funciona como qualquer outro tipo de relação, seja ela profissional ou não.

Por isso, se tiver que escolher entre estratégia e caráter, tenha a opção bem definida na sua cabeça.

“O líder lidera. O chefe, por sua vez, guia.”

Parece apenas um jogo de palavras, mas, de fato, faz todo sentido.

O líder dá o empurrãozinho para que o liderado assuma uma postura mais autônoma.

O chefe, por sua vez, mostra a direção, mas sempre se mantendo no comando.

“Você é um líder quando inspira os outros a fazer mais. Aprender mais, sonhar mais e ser mais.”

E aí, será que você é um líder ou um chefe? Fica a reflexão.

“Liderança é ação, e não uma posição.”

Conforme dito anteriormente, ser líder não tem ligação com hierarquia ou cargo.

Você mesmo pode ser uma liderança, ocupando uma posição intermediária na sua empresa.

Para isso, basta seguir alguns dos passos da frase anterior. Fica a dica!

“A liderança não tem a ver com títulos, cargos ou hierarquias. Trata-se, na verdade, de uma vida que influencia outra.”

Não confunda chefe e líder.

Sim, os dois podem significar a mesma coisa.

Mas, sempre que se referir a hierarquia, use o primeiro.

E, quando falar de exemplo e influência, prefira o segundo.

“Uma boa liderança troca a dominação pela imaginação; e a intimidação pela cooperação.”

Um líder estimula as pessoas a terem saídas criativas, com base na coletividade e na busca de objetivos comuns.

Como ser um chefe e líder melhor

Para seguir na onda das frases, tem uma que resume bem a famosa dúvida sobre liderança ser uma aptidão inata ou capaz de ser desenvolvida.

Aí vai a resposta:

“Liderança não é uma coisa que a gente herda. A gente não nasce líder. A gente escolhe ser líder e depois conquista.”

E agora vêm outros questionamentos.

Mas, então, é possível verdadeiramente se tornar um líder melhor? Como fazer para aprimorar essa habilidade?

Sim, é. Por meio de capacitação e da busca por conhecimento.

Na Associação Internacional de Educação Continuada (AIEC), a única faculdade de ensino a distância do Brasil com certificação internacional da qualidade, o ISO 9001, você pode ampliar seus horizontes.

A AIEC conta com um curso de extensão em Formação de Líderes.

Nele, os alunos têm acesso a disciplinas como:

  • Teorias de motivação
  • Mapa mental
  • Trabalho emocional
  • Fases da criatividade
  • Introdução ao raciocínio lógico
  • Critérios de avaliação.

O curso, de 60 horas, com 18 aulas no total, pode ser concluído em até seis meses.

É uma excelente alternativa para quem procura agilidade e qualidade.

Matricule-se já, torne-se um líder de excelência e faça a sua equipe alcançar resultados incríveis.

Conclusão

Com diferenças e semelhanças, chefe e líder são figuras primordiais em uma empresa.

Sem essas figuras, as equipes, muito provavelmente, se sentiriam perdidas, desmotivadas e sem foco para alcançar seus objetivos.

A liderança é uma habilidade que vai além do cargo.

É um estilo que pode ser aplicado até mesmo por quem é subordinado.

Além disso, como vimos, é uma competência capaz de ser desenvolvida.

Então, se você deseja ser um líder positivo e fazer a diferença no seu ambiente de trabalho, siga as recomendações listadas neste artigo e procure se capacitar!

Gostou do nosso artigo sobre chefe e líder? Caso tenha achado esse conteúdo relevante, compartilhe com seus amigos nas suas redes sociais e não se esqueça de deixar seu comentário sobre o que acabou de ler no espaço logo abaixo.

3 thoughts on “Chefe e líder: diferenças e características de cada perfil de comando”

  1. Gostei do artigo sobre chefe e lider, pode compreender que o chefe mecaniza as operações realizadas na organização; o lider porpociona abertura, flexiblidade, criatividade, e acima de tudo é interativo, permite que haja maior produtividade, pois o líder motiva os colaboradores à alcançar os objectivos da organização.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *