Empreendedorismo digital: como abrir um negócio de sucesso na internet

O crescente número de pessoas com acesso à internet e o novo perfil do consumidor têm dado espaço para o empreendedorismo digital.

No mundo todo, 4 bilhões de pessoas estão conectadas à web.

Isso significa que pouco mais da metade do número de seres humanos que habitam o planeta Terra estão no ambiente virtual.

Por conta dessa permanência na rede mundial de computadores, muitas empresas têm ampliado os canais de serviços para atender ao consumidor online.

Além disso, existem os empreendimentos que nascem exclusivamente nesse espaço.

E é sobre isso que falaremos neste artigo.

Portanto, se você está pensando em abrir um empreendimento digital ou já tem um negócio e precisa de dicas para administrá-lo, acompanhe este conteúdo.

Boa leitura!

O que é empreendedorismo digital?

Quem foi que disse que a capacidade de empreender se resume ao ambiente físico?

Se você já ouviu essa afirmação alguma vez, desconsidere.

O empreendedorismo digital está aí para provar o contrário.

Trata-se de um modelo de negócio próprio que utiliza o ambiente online como plataforma para oferecer serviços e vender produtos.

E, assim como no meio tradicional, existem diversas possibilidades de atuação na internet.

Ao longo do texto, vamos enumerar e aprofundar algumas delas.

Como funciona o empreendedorismo digital?

Não existe apenas uma única maneira de se empreender digitalmente.

Talvez, o modelo mais comum e conhecido seja o e-commerce – uma loja online que vende produtos e serviços próprios ou terceirizados.

E isso pode ser feito de diferentes formas.

Não só por um site, mas também em blog, redes sociais, links patrocinados, lista de e-mails, entre outras plataformas.

Apesar de os canais utilizados para as negociações serem distintos do comércio físico, empreendedorismo tradicional e digital possuem a mesma lógica.

Ambos têm o propósito de oferecer um negócio diferenciado, de qualidade e que atenda às reais necessidades do seu público-alvo.

Ou seja, uma oferta personalizada para solucionar os problemas e suprir os desejos e interesses dos consumidores.

O momento do empreendedorismo digital no Brasil

Talvez, não exista momento mais propício para se investir em empreendedorismo digital no Brasil como o atual.

Para se ter uma ideia, segundo o Webshoppers 40, estudo semestral realizado pela e-Bit/Nielsen, o e-commerce registrou, nos primeiros seis meses de 2019, um faturamento de R$ 26,4 bilhões.

Isso representa um aumento de três bilhões em relação ao mesmo período do ano passado.

Mas os números positivos não param por aí.

De acordo com o mesmo levantamento, o total de pedidos foi de 65,2 milhões, 20% a mais que o primeiro semestre de 2018.

Outro estudo que ajuda a traçar um panorama do mercado online brasileiro é a Pesquisa Nacional de Varejo Online, realizada pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

Em sua terceira edição, ela traz dados relevantes do setor e aponta as principais tendências para os próximos anos.

No que diz respeito a investimentos, as principais prioridades, que demonstram perspectiva de lucro e crescimento, são:

  • Ampliação das categorias/ produtos vendidos (51%)
  • Ações em marketplace (38%)
  • Mobile (38%)
  • Aumento da atuação no mercado nacional (32%)
  • Novo nicho de mercado (29%)
  • Acessibilidade (27%).

Empreendedorismo digital: 7 ideias para iniciar um negócio

Já sabemos que o empreendedorismo digital é uma boa pedida para quem deseja investir em uma carreira de sucesso.

Mas em qual nicho apostar?

Separamos sete ideias para iniciar um negócio que podem servir para você se inspirar.

Confira!

1. Influenciador digital

Os influenciadores digitais continuam em alta e, talvez, ainda mais do que antes.

Especialmente nas redes sociais, eles dão o ar da graça, expressando suas opiniões, anunciando marcas e conquistando seguidores.

A principal dificuldade é justamente esta: reunir um número considerável de fãs para começar a ganhar notoriedade.

2. Produtor de conteúdo

Você gosta de escrever?

Tem alguma experiência no desenvolvimento de materiais multimídias ou, ao menos, interesse e vontade para aprender sobre o assunto?

Caso a sua resposta seja positiva, pode trabalhar como produtor de conteúdo.

Podcasts, e-books e redação para blogs e redes sociais são algumas das alternativas possíveis nesse mercado.

3. Dono de startup

Se você tiver uma boa reserva de dinheiro ou, então, disposição para buscar potenciais investidores ou sócios para bancarem a sua ideia inovadora, abrir uma startup pode ser uma saída interessante.

Uma forma de criar um negócio disruptivo é identificar um problema e apresentar uma solução tecnológica para a solução dele.

4. Dono de e-commerce

Aqui, as possibilidades são ainda mais amplas.

Você pode investir em uma marca própria e comercializar produtos exclusivos ou, então, fazer algum tipo de parceria e trabalhar como afiliado, recebendo, em troca, comissões.

A chave é buscar um diferencial para se sobressair perante uma concorrência numerosa.

5. Administrador de blog especializado

Você domina um determinado assunto como poucos?

Acredita que o seu conhecimento pode ser útil para outras pessoas?

Então, quem sabe, criar um blog especializado possa ser o seu negócio.

Nesse caso, a remuneração não viria da criação do conteúdo em si, mas de publicidades e reviews, por exemplo.

6. Vendedor de infoprodutos

Foi-se o tempo em que livros e enciclopédias eram as principais fontes de informação.

Hoje em dia, a internet é um dos meios mais utilizados para a consulta.

Por isso, investir na venda de infoprodutos pode ser uma ótima saída.

Assim, e-books e vide aulas são os exemplos mais clássicos e conhecidos.

7. Professor online

Por falar em vide aulas, o que você acha de se tornar um professor online?

Plataformas de ensino a distância não faltam e, inclusive, é possível montar o seu próprio portal de cursos digitais.

Cative a sua audiência com conteúdo de qualidade e estipule, pelo menos no início, um valor de aquisição mais acessível.

A relação entre marketing e empreendedorismo digital

A lógica do “quem não é visto, não é lembrado” também vale para o mundo online.

Na verdade, com tanta concorrência nesse universo, o marketing, talvez, seja ainda mais importante no empreendedorismo digital.

Além disso, o meio virtual não tem fronteiras e, por isso, mais do que atrair clientes, você precisa alcançar os consumidores certos.

Para atingir os objetivos do seu empreendimento, o marketing digital vai ter um papel importantíssimo.

Nesse sentido, investir em um plano estratégico é fundamental.

Metas, orçamentos, métricas, canais de divulgação são alguns dos pontos que devem ser considerados na hora de montar esse planejamento.

Tudo começa pelo conhecimento do público-alvo e, de forma mais aprofundada, da definição de suas personas.

Elas correspondem a uma representação fictícia do seu perfil ideal de cliente.

Assim, têm nome, idade, gênero, hábitos, preferências e outras informações úteis para compor um personagem.

De posse desses dados, você define de forma mais assertiva qual mensagem passar para atrair esse cliente, por qual canal, com que tipo de linguagem e abordagem.

Um bom trabalho de marketing contribui significativamente para construir uma presença forte e consistente da sua marca na internet e um relacionamento próximo com os seus consumidores.

Assim, é claro, as suas chances de vender mais aumentam.

5 empreendedores digitais de sucesso para se inspirar

Investir em marketing digital é um grande passo para o seu empreendimento, mas uma boa dose de inspiração também cai bem.

Então, que tal usar alguns casos de sucesso como espelho para alavancar o seu negócio?

Separamos a história de cinco empreendedores digitais bem-sucedidos para servir de motivação para a sua empreitada!

1. Reed Hastings

Hoje, até existem diversos serviços de streaming mundo afora, mas essa transmissão contínua de conteúdos multimídias por meio da internet ganhou notoriedade e se popularizou muito graças à Reed Hastings, criador da Netflix.

2. Mark Zuckerberg

Ele ficou famoso por criar a rede social mais utilizada no mundo: o Facebook. Mas, o legado de Mark Zuckerberg não para por aí.

O empresário norte-americano também ampliou o seu domínio do segmento ao adquirir, em 2009, o WhatsApp e, em 2012, o Instagram.

3. Jeff Bezos

Considerado pelo segundo ano consecutivo o homem mais rico dos Estados Unidos, Jeff Bezos é o CEO do principal empreendimento de e-commerce do mundo: a Amazon.

A loja online é sempre uma importante referência quando o assunto é comércio eletrônico e empreendedorismo digital.

4. Larry Page e Sergey Brin

Uma dica que vale por duas.

Se você tem uma vida virtual ativa é praticamente impossível que, pelo menos, uma vez por dia, você não acesse o Google, o principal buscador da Internet.

Talvez, em 1998, quando o site foi criado, Larry Page e Sergey Brin não tivessem a dimensão que o seu projeto tomaria.

Mas, hoje, indiscutivelmente, podemos considerá-lo um dos principais cases de sucesso do empreendedorismo digital.

5. Romero Rodrigues

Ah, chegou a vez do Brasil.

Em nosso país, existem diversos empreendedores digitais que são referência.

E um dos principais deles é Romero Rodrigues, criador do Buscapé, site pioneiro no comparativo de preços.

Vai dizer que você nunca acessou a página para ver qual a melhor oferta do produto que estava procurando?

Não? Então, dá uma olhadinha lá para conhecer a iniciativa. Vale a pena!

Inclusive, se você não conhece algum dos exemplos citados anteriormente, procure pesquisar assim que finalizar este artigo.

Sem dúvida, eles vão servir como uma boa dose de inspiração.

O que é ser empreendedor digital? Perfil e características

Ideia de negócio, marketing e inspiração. Será que você está pronto para ser um empreendedor digital?

Quase lá.

Ainda faltam alguns detalhes, como, por exemplo, desenvolver ou aprimorar habilidades importantes para consolidar o perfil de um verdadeiro executivo.

Mas, antes que você fique aflito, vamos ajudá-lo a descobrir quais são.

Saber as competências necessárias já é um grande passo dado, não acha?

Veja abaixo a lista!

Visionário

Não que a inovação seja um pré-requisito básico para empreender na internet.

É possível desenvolver um modelo de negócio que já exista e, ainda assim, ter sucesso.

Por ser visionário, entenda antecipar tendências, prever cenários, superar desafios com criatividade, aproveitar oportunidades e aprender com eventuais erros.

Conectado

Se você vai trabalhar no ambiente digital, precisa ser um consumidor online ativo.

Afinal, é necessário conhecer os hábitos dos seus clientes em potencial.

Além disso, os empreendedores digitais possuem uma rede de contatos muito próxima.

Ou seja, eles sabem estabelecer parcerias para vender o seu peixe da maneira mais eficaz possível.

É hora de lançar mão da sua network se quiser ter sucesso nesse segmento.

Emocionalmente estável

Navegar em águas imprevisíveis como as do empreendedorismo digital exige nervos de aço e muito estômago.

Nada de tomar decisões de cabeça quente e sem qualquer tipo de reflexão.

Não é porque você está em um ambiente virtual que algo possa ser apagado, sem maiores consequências.

Suas atitudes deixam sequelas.

Então, busque desenvolver a inteligência emocional.

Motivado e persistente

Acima de tudo, o empreendedor digital precisa estar constantemente motivado.

Você, muito provavelmente, teve de deixar a sua zona de conforto para investir no seu próprio negócio, e isso é muito positivo.

No entanto, esse deve ser um estado de ânimo permanente e não funcionar apenas como um empurrãozinho.

Acredite na sua ideia e seja persistente quanto ao seu sucesso.

Certamente, não será uma trajetória fácil, mas confiar é o primeiro passo.

Organizado

Boa parte do sucesso em qualquer atividade vem da sua capacidade de se manter organizado.

Tudo requer planejamento e estratégia.

Nada acontece por acaso.

Muitas pessoas se enganam por achar que empreender no ambiente digital é sinônimo de mais autonomia.

É um pensamento que não está de todo errado, mas é preciso disciplina para que essa liberdade não se transforme em procrastinação.

Gestão e liderança na carreira do empreendedor digital

Um negócio online, assim como um empreendimento físico, exige alguns elementos básicos, como liderança e gestão.

Não é porque você não vai lidar com uma equipe numerosa de colaboradores, por exemplo, que essas habilidades devam ser renegadas. Muito pelo contrário.

Mesmo que abra uma empresa individual, precisa conduzir os trabalhos da melhor forma.

Por isso, além de todas as dicas que trouxemos até aqui, some mais uma: a capacitação.

Invista não só no seu negócio, mas também em você mesmo.

Essa é a combinação ideal para que os resultados comecem a aparecer.

Na Associação Internacional de Educação Continuada (AIEC), você tem acesso a cursos como Formação de Líderes e Gestão Financeira, ideais para quem deseja ter uma carreira de sucesso no mundo dos negócios.

E o melhor: a AIEC é a única faculdade de ensino a distância do Brasil com certificação internacional de qualidade, o ISO 9001.

Ou seja, você conta com toda a praticidade do EaD sem abrir mão de uma excelência em educação.

Venha para AIEC e se capacite para alcançar seus objetivos no mercado de trabalho.

Conclusão

Não existe receita pronta para o sucesso, seja para qual área for.

Caso você opte por investir no empreendedorismo digital, o cenário não é diferente.

Mas, com algumas dicas, o seu caminho pode ser um pouco mais fácil.

Boa parte depende da sua força de vontade para que sua ideia vingue e você possa se tornar bem-sucedido com a carreira escolhida.

E lembre-se sempre: além de se dedicar ao seu negócio, busque conhecimento constante para a sua própria evolução.

Desenvolva habilidades e estude bastante o seu mercado.

E, então, gostou do nosso artigo sobre empreendedorismo digital? Qual dica mais chamou a sua atenção em especial e que vale o seu investimento?

Caso tenha achado esse conteúdo relevante, compartilhe com seus amigos nas suas redes sociais e não se esqueça de deixar seu comentário sobre o que acabou de ler no espaço logo abaixo.

4 thoughts on “Empreendedorismo digital: como abrir um negócio de sucesso na internet”

  1. Na verdade, adorei ler este artigo sobre empreendedorismo digital. E uma das coisa que mais chamou-me a atenção é facto de não haver uma receita para o sucesso! Também estou de acordo que devemos nos esforçar muito e investir em nós mesmos.

  2. Gostei bastante de ler o artigo sobre o empreendedorismo digital, não obstante não ter grandes conhecimento sobre a matéria em causa mais despertou em mim interesse em aprofundar consolidando em empreender, chamou-me atenção os Srs Mark Zuckerberg e Jeff Bezos, desejaria começar por criar um blog, onde possa expor os meus produtos, mais eu apenas conheço informática na óptica do utilizador, quero começar já quem me pode auxiliar o inicio …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *