O que é MBA, quem pode fazer e como ele ajuda líderes e gestores

Ao compreender o que é MBA, um novo mundo de oportunidades se abre a quem deseja ser um líder de sucesso.

Você, certamente, já ouviu falar sobre essas três letrinhas, ainda que não compreenda exatamente o seu significado.

Elas têm presença frequente no ambiente corporativo quando o assunto é desenvolvimento profissional e formação de executivos. Muitas vezes, assumem o papel de solução para quem deseja dar o próximo passo na carreira.

E para entender realmente o que é MBA e o que ele agrega na sua evolução, vale olhar para alguns números – eles explicam por que essa modalidade de ensino ganhou tanto espaço em diferentes áreas.

Tome como exemplo esta pesquisa realizada pela Catho Educação, em 2018.

Ela aponta que, nos cargos de diretoria e gerência, a diferença salarial entre aqueles que possuem MBA ou pós-graduação daqueles que não contam com a formação pode chegar a 47,2%.

Os números evidenciam que a disparidade é ainda maior para os cargos de coordenador ou supervisor, chegando a 53,7%.

Essa é apenas uma amostra do quanto investir na sua formação pode trazer resultados que agregam não apenas o campo do conhecimento, mas também no financeiro.

Mas MBA é muito mais do que isso, como veremos a partir de agora.

Curioso para saber mais sobre a modalidade e as portas que ela pode abrir em sua vida profissional?

Então, siga com a gente e boa leitura!

mba

O que é MBA (Master in Business Administration)?

Com origem na expressão Master in Business Administration, a sigla MBA define um modelo de curso lato sensu que tem como foco permitir uma visão global e aprofundada do universo corporativo.

Como o próprio nome sugere, esse tipo de estudo está diretamente ligado a conhecimentos da área de administração.

Não por acaso, os cursos de MBA são muito procurados por empresários e profissionais que ocupam cargos de coordenação e gerência nas empresas em que atuam – ou mesmo por aqueles que almejam chegar a esse patamar.

Mas vale destacar que, embora voltado à qualificação de executivos, uma formação do tipo não se limita ao estudo da administração de empresa.

No currículo, o curso aborda ainda conhecimentos de finanças, contabilidade, marketing, recursos humanos, entre outros.

Qual a diferença entre MBA, mestrado e pós-graduação?

Entendido o conceito básico sobre o que é MBA, vamos agora a um dos tópicos que mais gera dúvidas entre aqueles que querem dar um upgrade na formação.

Afinal de contas, existe diferença entre pós-graduação, mestrado e MBA? Apesar da confusão, há definições específicas para cada um deles.

A pós-graduação é um termo genérico para descrever cursos realizados após a conclusão do ensino superior.

Assim, tanto quem faz um mestrado quanto quem cursa um MBA ou especialização está, na verdade, realizando uma pós-graduação.

Então quer dizer que não existe diferença entre essas categorias?” Resposta errada.

A grande questão é que há dois tipos de pós-graduação: a stricto sensu (que inclui mestrado e doutorado) e a lato sensu (onde está o MBA e a especialização).

Como funciona um MBA?

Uma das principais diferenças do MBA em relação a outras especializações lato sensu é a ligação com a área de negócios.

Assim, além de seguir uma estrutura que favorece o networking, esse tipo de curso está totalmente conectado à realidade prática do aluno no ambiente corporativo.

As aulas trazem o que há de mais novo em termos de gestão e contemplam cases de sucesso.

Se você está pensando em fazer um MBA, tenha em mente que deverá entrar em contato direto com ferramentas utilizadas diariamente por profissionais responsáveis por pensar as estratégias das empresas.

Esteja preparado também para colocar a mão na massa e desenvolver soluções específicas para problemas propostos em aula, sejam eles fictícios ou até mesmo reais.

Nesse sentido, os professores atuam como verdadeiros mediadores, responsáveis por propor o diálogo e conectar as ideias e discussões propostas pelos próprios alunos.

Mais do que a solidez da formação acadêmica, eles oferecem a experiência de atuação no mercado.

Por falar no corpo docente, o Ministério da Educação (MEC) prevê que ele deva ser composto necessariamente por pelo menos 50% de professores com título reconhecido de mestre ou doutor. A outra metade deve ter ao menos especialização.

Ao fim do curso, que costuma se estender entre três e quatro semestres, dependendo da periodicidade das aulas, a maioria das instituições de ensino exige a entrega de uma monografia, artigo ou projeto experimental – que pode ser um plano de negócios ou um planejamento estratégico de marketing, por exemplo.

Trabalho final concluído e aprovado? Parabéns, você está apto a receber o título de pós-graduado em nível lato sensu.

Quem pode fazer um MBA?

Segundo o MEC, só estão habilitados a fazer um MBA aqueles profissionais que já possuem diploma de curso superior. Afinal, estamos falando de uma modalidade de pós-graduação.

Respeitado esse requisito, não existe outra restrição legal a quem pode ou não pode se inscrever em um MBA. Isso não significa, no entanto, que a modalidade seja indicada para qualquer pessoa.

Embora muitos ignorem esse aspecto, esse tipo de curso costuma ser ideal para quem já tem alguns anos de carreira e se encontra em processo de amadurecimento profissional.

Ainda que seja pouco comum no Brasil, algumas instituições chegam a exibir comprovação de um tempo mínimo de atuação em determinadas áreas.

O objetivo é permitir que as discussões em sala de aula partam de um nível mais alto, com base nas experiências de quem já conhece o mercado e está acostumado a pensar estrategicamente.

Agora, ainda que você não seja exatamente um profissional sênior, não há nenhum impedimento para dar seguimento à sua formação com um MBA.

No entanto, vale fazer uma boa pesquisa prévia para evitar frustrações e ter certeza de que esse é um bom momento para realizar o curso.

mba

Quando fazer um MBA?

Por falar em momento ideal para fazer o curso, você saberia determinar quando ele chega?

A verdade é que não existe uma resposta precisa, mas sim algumas dicas que podem ajudar a guiar a sua decisão.

Por isso, anote aí alguns exemplos de situações que podem indicar que é a sua hora de fazer um MBA:

  • Você deseja dar o próximo passo em sua carreira e busca alcançar um cargo de gestão
  • Você já está em um cargo de gestão, mas está procurando experiências que possam agregar em suas decisões
  • Você está fora do mercado de trabalho e procura uma recolocação
  • Você já tem experiência de anos na área administrativa, mas sente que está precisando se atualizar
  • Você busca novos insights para o seu negócio
  • Você gostaria de ampliar sua rede de contatos e de parceiros de maneira qualificada
  • Você está sempre em busca de conhecimento.

Como o MBA qualifica gestores e líderes?

Com as informações que trouxemos até agora, não é difícil perceber por que o MBA é uma opção cada vez mais requisitada por profissionais que buscam por um diferencial competitivo.

Esse tipo de curso é também procurado por aqueles que querem ocupar ou mesmo já ocupam posições de destaque dentro das empresas.

Pensando em termos práticos, uma das principais vantagens trazidas por um MBA é a possibilidade de dividir a sala de aula com outras pessoas tão ou mais qualificadas.

Os colegas, normalmente, têm diferentes vivências no mundo corporativo e estão ansiosos por trocar ideias e discutir soluções.

Ou seja, é um prato cheio para a criatividade e para o desenvolvimento profissional.

Isso se reflete na qualificação alcançada e na assertividade ao tomar decisões que se apresentam diariamente na rotina de uma empresa.

É também uma oportunidade para sair da própria bolha e conhecer o trabalho que está sendo feito por outras companhias.

Os insights reunidos, é claro, podem ser aplicados à própria realidade, oferecendo novas perspectivas para toda a equipe.

Quanto tempo demora um curso de MBA?

De acordo com o MEC, a carga horária mínima para que um curso seja considerado como MBA é de 360 horas-aula.

Já a Associação Nacional de MBA (Anamba) define as 360 horas-aula como o padrão brasileiro, e um total de 480 horas-aula como o padrão global – você pode ler mais sobre os padrões de qualidade neste link.

Assim, é possível que a carga horária da especialização varie de acordo com o projeto pedagógico proposto pelo curso e também segundo os objetivos de aprendizagem definidos.

Entre alguns dos mais comuns, independentemente da área, está o desenvolvimento de habilidades como visão estratégica, da capacidade de lidar com conflitos e do senso de liderança.

Onde fazer um MBA?

Se você pesquisa na web sobre o que é MBA, deve notar que, ao longo dos últimos anos, houve uma proliferação dos cursos do tipo no país.

Por isso, opções não faltam no mercado para quem deseja ir em busca de aperfeiçoamento.

Essa é a boa notícia.

No entanto, é preciso atenção na hora de fazer a escolha.

Como em qualquer outra formação, é importante pesquisar dados sobre as instituições de ensino e conhecer um pouco mais sobre suas atuações no mercado.

Além do tradicional modelo presencial, também é possível encontrar cursos de educação a distância (EaD).

Uma das principais vantagens é a flexibilidade para conciliar estudo e trabalho – o que é uma das principais barreiras para muitos brasileiros que sonham em se especializar.

Ao optar por essa modalidade, avalie aspectos como:

  • Metodologia utilizada
  • Histórico dos alunos que já passaram pela instituição
  • Credibilidade no mercado
  • Custo-benefício
  • Foco do curso e correspondência com os seus objetivos
  • Certificação pelo MEC.

Avaliou, mas ainda está indeciso? Não deixe de conferir no próximo tópico, entre os tipos de MBA, algumas sugestões certeiras para a sua carreira.

mba

Tipos de MBA

Com a popularização do modelo de ensino oferecido pelo MBA, também se multiplicaram as opções de áreas abarcadas.

Hoje, é possível fazer cursos focados em temas como marketing, agronegócio, finanças, saúde e tecnologia da informação, para citar apenas alguns. Tudo isso sem perder o foco em gestão e em administração de empresas.

A Associação Internacional de Educação Continuada – AIEC, por exemplo, conta atualmente com duas opções: o MBA em Projeto de Financiamento e o MBA em Finanças.

Que tal conhecermos um pouco mais de cada um deles? Isso vai ajudar você a entender melhor o que temos à sua disposição.

Projeto de Financiamento

Se você atua há algum tempo no mercado, é possível que já tenha visto casos de empresas que precisaram abandonar projetos promissores porque não conseguiram financiamento junto aos bancos.

Um problema comum é a falta de profissionais qualificados para elaborar projetos completos e bem especificados, que atendam aos requisitos bancários.

Por isso, o MBA em Projeto de Financiamento é uma oportunidade para quem deseja se especializar na prospecção de recursos financeiros para empresas.

Além de atuar internamente, uma formação sólida na área permite que o trabalho seja feito de forma autônoma, como consultor.

Ao todo, são 540 horas de uma completa formação, divididas em sete disciplinas, além da construção de um projeto de financiamento para o trabalho final do curso – uma chance de colocar em prática todos os conhecimentos adquiridos.

Finanças

Ideal para gestores de fundos e de carteiras, executivos de empresas e de bancos ou mesmo consultores de investimentos, esse é um curso de modalidade semi-presencial (aulas on-line e avaliações presenciais).

As disciplinas somam 420 horas-aula (divididas em três semestres) e incluem temas como:

  • Matemática financeira
  • Contabilidade avançada
  • Instrumentos de renda fixa e variável
  • Análise de investimento
  • Planejamento e gestão orçamentária
  • Ofertas públicas de ações
  • Compliance legal e ética
  • Formação de líderes.

Tem ainda o trabalho de conclusão de curso (TCC), que permite o aprofundamento em um tema de escolha, sempre com o acompanhamento de um professor ao longo de todo o processo.

Projeto concluído? Você ainda vai ter a chance de apresentar os resultados para uma banca avaliadora.

Conclusão

Como vimos neste artigo sobre o que é MBA, essa é uma modalidade de ensino em ascensão, ideal para profissionais exigentes, que miram altos cargos em empresas de destaque.

Na hora de fazer a sua escolha, não esqueça: busque instituições que prezam pela qualidade.

Ao se tornar aluno da AIEC, você passa a integrar a única faculdade EaD do Brasil certificada pela ISO 9001, que estabelece requisitos para o controle e para a melhoria contínuos de todos os processos de uma instituição.

Além disso, ela também é reconhecida pelo MEC, com um currículo que incorpora os princípios adotados pelas principais universidades de administração do mundo.

Não por acaso, nossos alunos atuam em empresas de ponta, como Bradesco, Coca-Cola, Gol, Carrefour, Banco do Brasil, Caixa e outras tantas.

Antes de finalizarmos, aproveite e nos conte: você já pensou em fazer um MBA? Acesse o nosso site e conheça essa e outras opções disponíveis para quem deseja ir ainda mais longe.

Gostou do nosso artigo? Já sabe tudo sobre MBA? Esse texto fez você se lembrar de alguém?

Não deixe de compartilhar nas suas redes sociais ou com aquele amigo que está sempre em busca de aperfeiçoamento. Também fique à vontade para deixar um comentário no espaço abaixo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *