O que é terceirização de serviços, tipos, quando e como terceirizar

A terceirização de serviços tem sido uma escolha cada vez mais comum no contexto organizacional – e isso se dá pelos mais diferentes motivos.

Para se ter uma ideia, segundo levantamento feito pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2018, 22% dos trabalhadores formais eram terceirizados.

Outro dado que chama atenção é o valor total dos contratos de terceirização. 

No mesmo ano, as cifras chegaram à casa dos US$ 47,8 bilhões, conforme estudo realizado pela Information Service Group (ISN).    

Mesmo com números tão expressivos, a terceirização de serviços nunca deixou de ser um assunto polêmico, com seus defensores e críticos.

E você, de qual lado está? 

Qual é o seu posicionamento a respeito dessa política de contratação? Sabe como ela, realmente, funciona? Conhece seus prós e contras?

Caso ainda não tenha um opinião formada a respeito ou precise de mais elementos para tomar partido, este artigo pode ser bastante útil.

Convidamos você a continuar a leitura deste conteúdo para saber mais. 

terceirizacao servicos

O que é terceirização de serviços?

É impossível começar esse assunto sem conceituar o que é terceirização de serviços. 

A definição é simples: uma empresa contrata os serviços de uma prestadora ou de um profissional autônomo para realizar determinada atividade.

Ou seja, na prática, há uma transferência de responsabilidade a um terceiro.

Digamos que você tem uma empresa de tecnologia, que desenvolve aplicativos e softwares sigilosos para smartphones e computadores. 

Devido ao conteúdo desses produtos, é preciso investir em uma segurança não apenas virtual, mas física também.

Portanto, você decide terceirizar o serviço de vigilância, contratando uma empresa de segurança patrimonial, com direito a portaria 24h, câmeras e outras funções.

Aí está um exemplo clássico de terceirização de serviços.

Breve história da terceirização de serviços no Brasil

Vale ressaltar que a terceirização de serviços no Brasil nem sempre seguiu os moldes de como é hoje em dia.

Isso porque, até 31 março de 2017, data em que a nova lei da terceirização foi sancionada, esse modelo de contratação era bem diferente.

Muitas e significativas mudanças aconteceram com as nova regras.

A principal delas diz respeito a quais tipos de serviços podem ser contratados. 

Antes da nova sanção, as empresas só poderiam contratar prestadoras para as chamadas atividades-meio (aquelas que não correspondem ao propósito principal da organização).

É o caso do exemplo que trouxemos mais acima: a contratação de uma empresa de segurança por uma desenvolvedora de tecnologia.

Com o novo texto, no entanto, ficou aprovado que a terceirização também seria possível para as atividades-fim (aquelas que correspondem ao propósito principal da organização).

Ou seja, no nosso exemplo, desde 31 de março de 2017, a empresa de tecnologia tornou-se apta a contratar desenvolvedores terceirizados para a organização.

Outra mudança importante versa sobre o tempo de contrato dos trabalhadores temporários. 

Até o novo projeto de lei, o prazo era de até três meses e agora é de até 9 meses.

Não custa lembrar que a empresa contratante de uma terceirizada não tem qualquer vínculo empregatício com os novos funcionários. 

Tanto a remuneração, quanto a gerência dos profissionais, cabe à empresa prestadora contratada. 

Por que terceirizar serviços?

Você pode estar se perguntando agora: será que vale a pena terceirizar serviços?

A resposta é: depende. Afinal, cada caso é um caso.

Vamos imaginar o cenário de uma empresa emergente, que começou a conquistar novos clientes rapidamente e está com medo de não dar conta de todas os compromissos que estão por vir.

Nesse caso, a terceirização pode ser interessante, pois é possível repassar algumas demandas não tão urgentes, se reorganizar e focar no que realmente é mais importante para o negócio.

Prós e contras da terceirização de serviços

Mas é claro que, como em quase todas as situações existentes, a terceirização de serviços possui os seus prós e contras.

Pensando nisso, separamos uma lista com vantagens e desvantagens desse modelo de contratação para você analisar e tirar suas próprias conclusões. 

Vantagens

As cinco principais vantagens da terceirização de serviços são:

Foco no core business

Toda empresa tem uma atividade principal, seu core business, a qual deve direcionar toda a sua atenção.

Ao terceirizar serviços menos importantes, fica mais fácil alcançar os objetivos previamente traçados.

Desse modo, prioridades são redefinidas e a otimização do tempo passa a ser uma grande aliada na obtenção dos resultados. 

Redução de custos

Ao contratar funcionários terceirizados, todas as obrigações profissionais ficam por conta da prestadora de serviços. 

Ou seja, custos referentes ao processo seletivo, treinamentos e cursos de capacitação, por exemplo, são reduzidos.

Isso sem falar nas despesas trabalhistas e previdenciárias que também são de responsabilidade da empresa contratada.

Despesas mais previsíveis

Essa vantagem tem relação direta com o item anterior. 

Como boa parte das responsabilidades relacionadas aos vínculos empregatícios dos funcionários terceirizados são de competência das prestadoras, é possível fazer um planejamento financeiro muito mais certeiro.

Além disso, a empresa pode criar uma lista de prioridade de investimentos, algo mais complicado quando se tem que arcar com uma folha de pagamento onerosa.

Aumento da rede de contatos

Grandes parcerias entre empresas e prestadoras de serviços também podem ser criadas. 

É uma via de mão dupla. 

Quanto mais profissionais gabaritados as contratadas entregam, mais vínculos as contratantes vão querer criar.

Especialização da mão de obra

Tudo isso sem falar que as prestadoras de serviços fornecem mão de obra especializada. 

Assim, a empresa contratante tem maior certeza de que está contratando um profissional capacitado para aquele ofício.

É algo bem comum, por exemplo, nas atividades-meio. 

Uma empresa contratada para fazer a alimentação é, muito provavelmente, mais competente para a atividade do que os próprios funcionários da organização. 

terceirizacao servicos

Desvantagens

Veja agora o top 5 das principais desvantagens da terceirização de serviços:

Falta de controle e fiscalização

Não ter uma participação direta no vínculo empregatício do trabalhador terceirizado também tem seu lado negativo. 

O principal problema aqui é a falta de autonomia para controlar e fiscalizar o serviço do funcionário.

Qualidade do serviço

Da mesma forma, é quase impossível atestar a qualidade de um profissional antes da sua contratação. 

É preciso confiar na prestadora de serviço e, especialmente, tentar monitorar de perto o desempenho do terceirizado.

Desconhecimento da legislação

A nova lei da terceirização é relativamente recente e, por isso, muitas empresas ainda não estão completamente cientes do que diz o texto. 

Contar com algum tipo de consultoria jurídica pode ser interessante nesse sentido, a fim de oferecer o devido suporte, principalmente, no que diz respeito às responsabilidades da empresa contratantes.

Clima organizacional prejudicado

Esse é um cuidado necessário, sobretudo, quando tratamos de terceirização de serviços em atividades-fim.

Ao perceber que estão perdendo espaço para concorrentes externos, é possível que os funcionários da casa se sintam desprestigiados e até reduzam a sua motivação profissional.

Impacto negativo na cultura organizacional

Quando se contrata profissionais via seleção e recrutamento, uma das principais diretrizes que regem esse processo é o alinhamento à cultura organizacional da empresa. 

Aos poucos, esses funcionários vão incorporando missão, visão e valores da empresa.

No entanto, ao investir na contratação de terceirizados, essa identificação acaba se perdendo um pouco.

Quando usar a terceirização de serviços?

Agora que você conhece os prós e contras da terceirização de serviços, fica mais fácil reconhecer quando é mais vantajoso ou não decidir por esse modelo de contratação.

Sempre lembrando que ele pode ser usado tanto para atividades-meio quanto para as atividades principais das empresas.

Dessa forma, analise a necessidade da sua organização e reflita sobre as condições disponíveis.

Tenha o cuidado de realizar um processo de contratação bem assertivo, com formalizações bem amarradas. 

Além disso, pesquise bastante sobre a prestadora de serviços. Procure recomendações e referências de outros trabalhos.

É primordial se certificar de que o seu negócio estará em boas mãos.

Tipos de serviços terceirizados

Seja em atividades-meio ou fim, diversos serviços podem ser terceirizados dentro de uma organização. 

Separamos alguns deles para você conhecer.

Limpeza

Já faz um tempo que as empresas não contam mais com uma equipe de limpeza própria composta por alguns empregados contratados para essa finalidade. 

Hoje em dia, essa nobre tarefa é normalmente realizada por empresas terceirizadas que, além de ficarem responsáveis pela limpeza em si, também controlam o estoque e a reposição de produtos de higiene.

Transportes

Manter um frota de transportes é algo bastante custoso e que, dependendo do porte e da atuação da empresa, não vale a pena ser arcado.

A saída é optar pela terceirização de serviços de transportadoras, que oferecem diversas facilidades ao contratante, muito além do envio de cargas. 

Segurança

Dotados de uma tecnologia de ponta, as empresas terceirizadas de segurança são uma última pedida para empresas que desejam contar com vigilância patrimonial.

Câmeras de última geração, sensores de movimentação e calor, ronda motorizada e portaria virtual são alguns dos serviços oferecidos.

Tecnologia da informação

Muitas empresas preferem contar com a sua própria área de TI e não há nada de errado nisso. 

No entanto, esse serviço também pode ser realizado por empresas terceirizadas, que atendem demandas bem específicas das contratantes.

Jardinagem

É um serviço que tem ganhado muita força recentemente, em especial, pela demanda da criação de mais áreas verdes dentro das empresas.

O setor atende desde questões relacionadas ao paisagismo, passando pelo controle de pragas e manutenção de áreas de preservação ambiental.  

Alimentação

Em vez de deixar a alimentação a cargo dos funcionários, a empresa também pode oferecer um serviço diferenciado no ramo.

Muitas organizações contam com copa, refeitório e cozinha. 

Então, por que não contratar uma empresa terceirizada para cuidar da alimentação da equipe

Afinal, um cardápio balanceado pode ajudar no desempenho profissional.

Serviços administrativos

Uma empresa necessita de diversos serviços administrativos que, não necessariamente, precisam ser realizados por funcionários da casa.

Por exemplo, ela pode contratar uma prestadora que ofereça os serviços de contabilidade, portaria, assistência jurídica e recepção.

Atividades-fim

Outro caminho é contratar funcionários terceirizados para atividades-fim. 

Essa é uma saída muito utilizada em situações específicas como, por exemplo, momentos de muita demanda ou datas comemorativas.

Nesses casos, a contratação se dá por um período mais curto, correspondente à necessidade específica.

Como terceirizar serviços do jeito certo?

Independentemente do tipo de serviço que você terceirize, siga as recomendações previstas na legislação.

Caso surja qualquer tipo de dúvida, não pense duas vezes em buscar suporte especializado.

Peça assistência jurídica, principalmente, na hora de formalizar o contrata de prestação de serviço.

A importância do contrato para terceirização de serviços

E por falar no contrato, trata-se de um documento fundamental. 

É com base no que está escrito nessas linhas que se estabelecerá a relação entre contratante, contratado e empregado.

Itens como capacidade, onerosidade, consentimento, objetivo e prazo são alguns dos elementos obrigatórios em qualquer contrato de prestação de serviço.

Cláusulas e garantias que atendam todos os lados envolvidos também deve ser estipulados com a supervisão de profissionais especializados.

Além disso, recomenda-se que o contratado seja registrado em um cartório de títulos. Assim, dotado de fé pública, todas estarão amparados judicialmente.

A terceirização de serviços na gestão de empresas

Um bom gestor deve ser o mais assertivo possível em sua tomada de decisões. 

O que inclui, aliás, a contratação ou não de serviços terceirizados para a empresa.

Essas escolhas devem ser pautadas por questões financeiras, contábeis, operacionais e culturais da organização.

Portanto, o líder que está à frente das operações precisa estar preparado para arcar com todas as responsabilidades que a sua posição exige.

E, para ter a qualificação necessária, é importante recorrer à capacitação profissional. 

Nesse sentido, o melhor lugar para você investir na sua formação é a AIEC.

Ela é a única faculdade de ensino a distância do Brasil reconhecida pelo Ministério da Educação e com certificação internacional de qualidade – o ISO 9001. 

Navegue pelo site da instituição e conheça os cursos disponíveis. 

Entre eles, você encontra o bacharelado em Administração, que possui uma metodologia inspirada nas melhores universidade do mundo, como Harvard e MIT.

terceirizacao servicos

Conclusão

Neste artigo, apresentamos a terceirização de serviços, seu conceito, legislação, exemplos e um panorama completo da área.

Conseguiu tirar suas dúvidas e entender como essa estratégia funciona? 

Acredita que essa seja uma medida vantajosa para o seu negócio?

Aproveite o espaço abaixo para deixar o seu comentário sobre o assunto. 

E, caso tenha achado o conteúdo relevante, compartilhe o artigo com os seus amigos nas redes sociais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *